A definição do público-alvo da sua empresa é uma etapa muito importante para o sucesso do seu negócio. Você já parou para pensar se o público do seu negócio está de acordo com as suas expectativas? Será que você alcançou o público certo?  Qual seria o público-alvo para a sua empresa?

publico-alvo

Mais uma semana iluminada para fazermos nossos sonhos virarem realidade. E chegamos a um momento auge da nossa caminhada de conquistas. Hoje, vamos fazer o exercício de pensar em nosso público alvo, no que ele representa para nós e nas suas características mais fundamentais. Quando conseguimos enxergar nosso público, alcançamos algo essencial, que é ter melhores ferramentas para direcionar nossas ações, nossas comunicações, nossos serviços e nossos produtos.

Caracterizando o público-alvo

Estamos sempre produzindo algo para alguém consumir. Não estamos lançando no mundo ideias soltas por puro e exclusivo prazer próprio, não é? Queremos alcançar alguém. E para alcançar esse alguém precisamos enxergá-lo integralmente, precisamos prever suas ações, observar seus movimentos, ser um admirador secreto.

Parece um exagero? Pois digo que não é!

Aqui está um roteiro excelente para que você possa amadurecer suas análises sobre seu público alvo. Para que não fique tão vago quanto está, faça o exercício de imaginar uma pessoa, um personagem vivo, que é o seu público alvo. Assim você vai poder enxergá-lo mesmo. Pense talvez em alguém que você conhece, algum cliente que já possui ou alguém que você considera que seria seu cliente em potencial.

Crie Sua Pessoa Base (ou persona, ou target)
(a fonte dessa sequência de perguntas é o Escolha Sua Vida, da Paula Abreu):

. Sexo
· Nome
· Idade específica, não um grupo grande
· Crie uma descrição detalhada do personagem. Coloque em detalhes tudo o que você enxerga nele
· Grau de instrução
· Empregos/tipos de trabalho
· Quanto ganha?
· Qual é seu estado civil?
· Onde mora?
· O que o motiva?
· Qual é o seu grande problema/frustração/obstáculo o impedindo de
alcançar o que ele deseja (MUITO importante, porque o seu produto
precisa resolver esse problema/frustração/obstáculo!)
· O que causa esse problema? (mais difícil porque, dependendo do
problema, a causa pode variar de pessoa pra pessoa, mas vale a pena
fazer a reflexão)
· Que tipo de emoção ele sente por causa desse problema?
· Que tipo de limitação ou crença negativa ele tem? (e que pode vir a
ter com o seu produto na hora de decidir a compra)
· Palavras-chave relacionadas ao seu produto que vão ter apelo para
esse cliente
· Palavras que você quer evitar porque vão ter um impacto negativo
com esse cliente
· O resultado ideal que o seu cliente busca (o que ele quer do seu
produto)
· A Declaração do seu cliente: “Eu só preciso de alguém que/para____”

Pronto?! Definidíssimo o target? Agora é o hora de pensar em serviços e produtos que são A CARA dele! =))

Demais!
Vamos em frente, empreendedor!
Saudações empreendedoras,
Paula Quintão