O que se aprende ao montar um quebra-cabeça de 500 peças?, nesse texto Vanessa Costa Mainardi nos traz uma metáfora que em muito é valiosa para nossas vidas empreendedoras.

Assim como na vida iniciar um projeto nem sempre é fácil, mas quando temos a fotografia de onde queremos chegar é possível.

Você terá parceiros na jornada, mas nem todos são persistentes ou estão prontos para o projeto e tá tudo bem!

Dar o passo de fazer as bordas primeiro te ajuda a focar, mesmo por hora tudo parecendo nebuloso, tons parecidos e imagens pouco definidas, você precisa confiar que tudo vai dar certo se não desistir de dar passo por passo.

Existem peças que não estamos prontas para enxergar, iremos ver e não enxergar de fato o lugar delas, vai precisar mais tempo, mais experiência, mais persistência.

Você precisará virá-las várias vezes e irá perceber como um ponto de vista te deixa preso e você não consegue evoluir e ao se permitir olhar por um novo ângulo todo o contexto pode alterar.

Às vezes muitas peças da mesma cor (o que poderia parecer fácil) te paralisa, mas se você acredita e age, em minutos resolve aquela questão e isso te dá energia para continuar.

Deixei os olhos da Minnie e do Mickey por último, muitas peças de mesma cor e desenho, acabei tendo um insight muito interessante sobre relacionamentos ~ quanto difícil é enxergar o outro sem as nossas projeções, enxergamos somente o que queremos ver e ali no desenho os olhos eram iguais, como os nossos… somos iguais, espelho um do outro e por isso é tão difícil enxergar de verdade ~ sei, sei… é complexo olhar desta maneira, mas nos ajuda a evoluir.

A lição final se dá na conclusão do projeto, você inspira quem está na sua volta a entender que é possível, que eles também conseguem.

Os caminhos nem sempre serão fáceis, porém com persistência e amor tudo dá certo.

Dica: Será ainda melhor se você conseguir adicionar alegria e leveza ao processo. .

Que tal montar um quebra-cabeças e dividir suas percepções por aqui?

As lições estão em todo o lugar.

.Com carinho, Vanessa Costa Mainardi