Não me recordo onde li que a mudança vem a passos de pluma. A verdade é que algumas das transformações mais radicais são silenciosas. Chegam sorrateiras, acontecem aos poucos. E quando nos damos conta, já mudou tudo, sem a possibilidade de voltarmos atrás. Neste momento eu percebo que uma mudança deste tipo está acontecendo, com o movimento crescente e inexorável dos ‘digital knowmads’. E que aponta para um futuro do trabalho em que nos sentiremos muito mais realizados profissionalmente e empoderados para tornar o mundo um lugar melhor. Como surgem os ‘digital knowmads’? Eu vejo como uma confluência de três grandes movimentos que já estamos vendo há alguns anos. São três forças que somadas criam um novo estilo de vida e trabalho.

 

O primeiro movimento é o nomadismo digital. Com o boom da internet na década de 90, alguns programadores e designers começam a perceber que podem trabalhar de qualquer lugar do mundo. Como o trabalho que eles desempenham não requer a presença física, afinal, linhas de código e design gráficos podem ser facilmente transmitidos digitalmente, esses profissionais começam a trabalhar remoto, de qualquer lugar do mundo. Surge então um estilo de vida freelancer em que as pessoas passam suas vidas viajando, enquanto trabalham.

 

O segundo movimento é o trabalho com propósito. As pessoas já não querem mais trabalhar em algo que não faça sentido em suas vidas. Não basta ter um emprego e um salário no final do mês para pagar as contas. Não queremos fazer parte de uma engrenagem. Não queremos trabalhar como máquinas. Somos humanos. Temos uma história de vida, temos sonhos e queremos fazer a diferença no mundo. Nos últimos anos podemos perceber um crescimento enorme dos coaches, os profissionais que nos trazem uma orientação para o nosso caminho profissional e nos ajudam a encontrar um trabalho com significado.

 

O terceiro movimento é o empreendedorismo digital. A internet não é apenas um lugar para troca de informação ou conexão social. A internet apresenta hoje muitas possibilidades para quem deseja empreender. O empreendedor digital sabe criar produtos e serviços relevantes para sua audiência e sabe como ofertá-lo através da internet. Podemos incluir neste movimento o fenômeno dos influenciadores digitais: blogueiros, youtubers e instagramers que sabem como construir uma base de seguidores e criar formas de monetizar.

 

A soma dos três movimentos faz emergir um novo profissional baseado no compartilhamento de conhecimento (‘knowledge’) em plataforma digital com uma causa muito bem definida. Este novo profissional acaba se tornando uma autoridade em um assunto e exercendo uma liderança dentro da causa em que atua. Sua reputação se torna o seu principal ativo. Ele vive o nomadismo digital mas o trabalho com propósito é fundamental. E empreende à partir daí. O ‘digital knowmad’ utiliza as ferramentas da internet para simultaneamente aprender, ensinar e empreender. Este profissional reconhece a importância da presença física mas sabe aproveitar as infinitas possibilidades do universo digital para amplificar sua mensagem, disseminar exponencialmente seus conteúdos e mobilizar as pessoas em prol de sua causa. E além disso, o ‘digital knowmad’ sabe que não precisa trabalhar sozinho. E com frequência, se una a outros ‘digital knowmads’ para colaborar em diferentes projetos, de maneira orgânica e sinérgica. A união dos ‘digital knowmads’ aliando forças para atuar nas mais diversas demandas da nossa sociedade irá trazer uma verdadeira revolução. E um grande potencial para resolver os maiores desafios da humanidade nos próximos anos.

 

Max Nolan Shen