No começo do milênio, o cientista social Manuel Castells, identificou que um novo poder estava emergindo: o poder das redes. Se antes quem detinha o poder eram as pessoas com dinheiro, terras ou informações privilegiadas, agora surgia também a força da união coletiva, da sociedade em rede.
Este comportamento está exercendo grande influência sobre o movimento de empreendedorismo, tornando-o cada vez mais colaborativo. Na era da sociedade em rede, a colaboração e a inteligência coletiva são os aspectos fundamentais para gerar a potência necessária para as transformações de que o mundo necessita. Se colaboração é a palavra da vez no cenário empreendedor, a verdade é que ela costuma ser mais bonita na teoria do que na prática. Nos projetos colaborativos é muito comum surgirem conflitos, desavenças inconciliáveis de opiniões, falta de transparência e baixo nível de confiança.
Após trabalhar em muitos empreendimentos colaborativos, eu comecei a identificar que muitos dos conflitos que eu vivia estavam relacionados com as leis sistêmicas das constelações familiares. Bert Hellinger é um psicólogo alemão que criou este método terapêutico inspirado em seus estudos das tribos zulus. Ele identificou que muitas questões e problemas pessoais são consequências de emaranhados no ecossistema familiar. Ele identificou três leis: ordem, equilíbrio do receber e do dar e reciprocidade.
Posso aprofundar cada uma das leis nos meus próximos textos. Por hora eu gostaria de dizer que o que vale para a família, vale também para qualquer comunidade e vale para as organizações. E se torna fundamental para quem quer empreender em rede, usufruindo dos benefícios da colaboração. Eu acredito que os empreendedores precisam ter muita consciência das leis sistêmicas.
Na minha visão, a colaboração profunda só pode acontecer se as pessoas observarem um profundo respeito às leis sistêmicas. A consciência das três leis sistêmicas aumenta a confiança, o cuidado e a interdependência de uma organização.
É deste tema que vou querer compartilhar aqui no Coragem para Empreender. É uma honra poder compartilhar esta minha visão com vocês.